sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

Rosas&Nós / Nós&Rosas

Caríssimos amigos,
Nos últimos dias de aulas antes das mini-férias de Fevereiro dividimo-nos entre o realçar do rubor na face por coincidir com as comemorações do Dia dos Namorados e o esconder ou revelar de personalidades típicos da época Carnavalesca.
Entre uns e outros a animação e emoção era muita, sem deixar de reparar que foi em rosas que se uniu o disperso e, por isso, com o único objectivo de mostrar como a ROSA entra no nosso dia-a-dia, aqui vão algumas citações acompanhadas de momentos reais da nossa escola.


"No romance (O Nome da Rosa), Umberto Eco relembra a problemática suscitada pelo nominalismo entre o que é essencial, que parece ser o nome da rosa como nome, em si um conceito, portanto universal, dessa forma eterno, imutável e de sua contraposição a rosa particular, individual no mundo, flor de existência única na realidade, que por acontecer, também é passageira, mortal e transitória" http://pt.wikipedia.org/wiki/O_Nome_da_Rosa

ROSAS AMARELAS (amor por alguém que está a morrer ou um amor platónico)
ROSAS BRANCAS (reverência, segredo, inocência, pureza e paz)
ROSAS CHAMPANHE (admiração, simpatia)
ROSAS COLORIDAS EM TONS CLAROS (amizade e solidariedade)
ROSAS VERMELHAS (amor, paixão, respeito e adoração)
ROSAS COR-DE-ROSA (gratidão, agradecimento, o feminino)
ROSAS VERMELHAS COM AMARELAS (felicidade)
ROSAS VERMELHAS COM BRANCAS (harmonia, unidade)


Este homem que pensou
com uma pedra na mão
transformá-la em pão
transformá-la num beijo

Ramos Rosa (Poeta e ensaísta português, natural de Faro.)


A ROSA PÚRPURA DO CAIRO Comédia fantasiosa de Woody Allen que possui uma das mais insólitas situações centrais da história do cinema: a interacção entre personagens do cinema e personagens do mundo real.


O primeiro passo para o domínio das técnicas de orientação é o conhecimento da Rosa dos Ventos. A Rosa dos Ventos é constituída por 4 Pontos Cardeais, 4 Pontos Colaterais e 8 Pontos Sub-Colaterais.


Estamos diante de uma fábrica de sucessos ou, simplesmente, duma máquina de encher chouriços, os quais acabam, acriteriosamente, no prato do incauto gourmet, para degustação, apresentados como delicado prato quando não passam de iguaria pouco condimentada que se limita a enganar o apetite e não a apaziguá-lo com algo de substancial? Deixe-se de coisas e siga a sugestão: deixe o cor-de-rosa para a moda e o light para os refrigerantes. Cada coisa no seu lugar! Leia um livro que mereça e dignifique o papel em que está impresso. Sentirá a diferença!


A actriz, escritora e compositora Rosa Lobato Faria, de 77 anos, morreu depois de ter sido internada com uma anemia grave num hospital privado de Lisboa. O seu editor na ASA e agora na PortoEditora, Manuel Alberto Valente, recorda-a como "uma pessoa extraordinária" e revela que Rosa Lobato Faria desejava publicar um novo romance este ano. Lauro António, realizador, frisa que "ela deixa uma marca forte no mundo do espectáculo e da cultura portuguesa".

A Ordem Rosacruz é uma antiga Fraternidade Mísitca, formada no ano de 1313 por um elevado mestre espiritual que tinha o nome simbólico de "Christian Rosenkreuz" - Cristão Rosacruz. A sua missão era a de preparar uma nova fase da religião Cristã para ser usada durante a era que está por vir pois, à medida que o mundo e o Homem evoluem, a religião também deve mudar.


Ora, conta a lenda que o rei, já irritado por ela andar sempre misturada com mendigos, a proibiu de dar mais esmolas. Mas, certo dia, vendo-a sair furtivamente do palácio, foi atrás dela e perguntou o que levava escondido por baixo do manto. Era pão. Mas ela, aflita por ter desobedecido ao rei, exclamou: "São rosas, Senhor!", "Rosas, em Janeiro?" - duvidou ele. De olhos baixos, a rainha Santa Isabel abriu o regaço - e o pão tinha-se transformado em rosas, tão lindas como jamais se viu. http://www1.ci.uc.pt/iej/alunos/2001/lendas/Lendas%20de%20Coimbra.htm

Brasília - A escola de samba Rosas de Ouro, venceu a edição de 2010 do Carnaval do Brasil, com a apresentação do enredo «O Cacau Chegou», sobre a história do chocolate. http://www.jornaldigital.com/noticias.php?noticia=21110

1 comentário:

Anónimo disse...

lindas as suas rosas...com um cravo à mistura...mas que seria desse cravo sem a sua rosa?...